Curiosidades (parte 3)

Agora que já estamos praticamente íntimos dos posts sobre curiosidades, vamos direto ao assunto:
– ao entregar troco, recibos e afins, o atendente o fará com as duas mãos, em sinal de respeito a você, caro cliente;
aurevoirblog.com
– as mulheres muito amigas andam frequentemente de mãos dadas, e homens muito amigos trocam confidências ao pé do ouvido;
– os casamentos atuais aqui na China têm uma tendência bem, digamos, fofa: tudo relativo ao casamento terá um ursinho de pelúcia envolvido. Explico: no arranjo de flores haverá certamente um Teddy casamenteiro, assim como seus amigos serelepes que estarão por toda festa. Assim como não será difícil encontra-los em algum penteado ou vestido tipo bufante geralmente vermelho super moderno de alguma noiva chinesa (ou das esfuziantes convidadas);

aliexpress.com

aliexpress.com


– como já mencionei em um post anterior, os chineses não são dados aos mimimis da boa educação, então não estranhe se em um restaurante um deles resolver “saborear alto” a sua deliciosa sopa sabor coisas exóticas. Saiba também que se você não deixar um restinho de comida no prato, o anfitrião vai achar que falhou ao satisfaze-lo alimentarmente, e pedirá então mais um prato. Enquanto você continuar comendo, mais comida chegará! Se não quiser sair rolando após um banquete, deixe sempre um restinho de comida no seu prato!
– se você acha que filas são uma ode ao movimento de evolução espiritual e educacional humanos, te dou um conselho: não venha a China! Por aqui este conceito não existe, ou tampouco a civilidade e respeito ao direito do próximo que elas representam. Nem mesmo nos aeroportos, para acessar os portões de embarque, elas são necessárias- você que saia se enfiando e salve-se quem puder! O movimento é o seguinte: eles vêm vindo como quem não quer nada, e em um passo único e certeiro, estão na sua frente. Há sempre um amontoamento, e pessoas com prioridades geralmente não gozam dela, pois não há diferenciação. No metrô, o bom senso diz que devemos aguardar o que está dentro sair, para depois entrarmos, certo? Não aqui, colega! Até mesmo numa simples ida a padaria, o MacGyver que estava lá atrás de alguma maneira parou na frente da caixa, que naturalmente o atendeu antes. E assim caminha a humanidade, chinesa, lógico…

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s